Cuidados frente ao luto materno após perda perinatal: uma revisão integrativa

Autores

DOI:

https://doi.org/10.55892/jrg.v7i14.1003

Palavras-chave:

Luto, Cuidados de enfermagem, Morte perinatal

Resumo

Objetivo: Analisar a literatura disponível sobre os cuidados no contexto do luto materno após perda perinatal. Metodologia: O presente estudo trata-se de uma revisão integrativa, que tem a função de agrupar, caracterizar, analisar e resumir as melhores evidências presentes dos estudos publicados. Para elaboração da questão norteadora e escolha dos melhores descritores foi utilizada a estratégia PICO, que resultou na questão norteadora: Quais as evidências científicas disponíveis sobre os cuidados frente ao luto após morte perinatal? Resultados: Nesta pesquisa foram incluídos três artigos após a triagem. Verificou-se que as publicações, na literatura brasileira, não foram incluídas na pesquisa, sendo todos os artigos incluídos de origem estrangeria. Conclusão: Com base nesta pesquisa é possível inferir que os estudo sobre as intervenções frente ao luto perinatal ainda são muito escassos e urge a necessidade da realização de estudos robustos para que sirvam de embasamento para futuros protocolos e guias que auxiliem os profissionais de saúde a manejar da melhor forma o luto de pais que perderam os filhos no período perinatal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jennifer Costa Marinho, Universidade Federal de Alagoas

[Lattes]
Graduanda em Enfermagem pela Universidade Federal de Alagoas.

Amuzza Aylla Pereira dos Santos, Universidade Federal de Alagoas

[Lattes]
Graduada em Enfermagem pela Universidade Federal de Pernambuco. Doutora em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Alagoas.

Carla Andreia Alves de Andrade, Universidade Federal de Alagoas

[Lattes]
Graduada em Enfermagem pela Universidade Federal de Pernambuco; Doutora em Enfermagem pela Universidade de Pernambuco.

Wanderlei Barbosa dos Santos, Universidade Federal de Alagoas

[Lattes]
Graduado em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade Federal de Alagoas; Mestre(a) em Ciências Farmacêuticas; Doutorando(a) em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Alagoas.

Referências

CAMACHO-ÁVILA, M et al. Experience of parents who have suffered a perinatal death in two Spanish hospitals: A qualitative study. BMC Pregnancy Childbirth. 2019.

BERRY, S.N. The Trauma of Perinatal Loss: A Scoping Review. Trauma Care 2022, 2, 392–407. Disponível em: https://doi.org/10.3390/traumacare2030032. Acesso em 15 de março de 2024

FERNÁNDEZ-BASATA, S., CORONADO, C., MOVILLA-FERNÁNDEZ, M. Multicultural coping experiences of parents following perinatal loss: A meta-ethnographic synthesis. Journal of advanced nursing. 2019.

LOPES, B.G. et al. Maternal feelings in face of perinatal death / Sentimentos maternos frente ao óbito perinatal. Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental Online, Rio de Janeiro, Brasil, v. 13, p. 1493–1498, 2021. DOI: 10.9789/2175-5361.rpcfo.v13.10213. Disponível em: https://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/10213. Acesso em: 20 de março de 2024.

MENDES, K. D. S; SILVEIRA, R. C. C. P; GALVAO, C. M.,Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto contexto – enferm., Florianópolis, v. 17, n. 4, p. 758-764, Dec. 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072008000400018. Acesso em: 01 de fevereiro de 2024

NOBREGA, A. A. DA . et al.. Mortalidade perinatal no Brasil em 2018: análise epidemiológica segundo a classificação de Wiggleworth modificada. Cadernos de Saúde Pública, v. 38, n. 1, p. e00003121, 2022.

OMS-Organização Mundial da Saúde. Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde – 11ª revisão. Disponível em: https://icd.who.int/en. Acesso em 10 de março de 2024.

PAGE, M.J., MCKENZIE, J.E., BOSSUYT, P.M., et al. The PRISMA 2020 statement: an updated guideline for reporting systematic reviews. BMJ 2021;372:n71. doi: 10.1136/bmj.n71

POP-JORDANOVA, N., Grief: Aetiology, Symptoms and Management. Sciendo. 2021 Oct 26;42(2):9-18. doi: 10.2478/prilozi-2021-0014. PMID: 34699700.

RODRIGUES, L. et al.. Understanding bereavement experiences of mothers facing the loss of newborn infants. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, v. 20, n. 1, p. 65–72, jan. 2020.

SANTOS, C.M.C., PIMENTA, C.A.M., NOBRE, M.R.C., Estratégia PICO para construção da pergunta de pesquisa e busca de evidências, Revista Latino-Americana de Enfermagem, 15(3), 508-511. 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rlae/a/CfKNnz8mvSqVjZ37Z77pFsy/?lang=en. Acesso em: 02 de fevereiro de 2024.

SILVA, M. M. J. et al.. Riesgo de depresión durante el embarazo en la atención prenatal de riesgo habitual. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 31, p. e3962, jan. 2023.

SOUSA, L. M. M. et al, Metodologia de Revisão Integrativa da Literatura em Enfermagem. Revista Investigação em Enfermagem, 2017. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/321319742_Metodologia_de_Revisao_Integrativa_da_Literatura_em_Enfermagem. Acesso em 10 de março de 2024

SOUZA, M. T. ; SILVA, M. D. ; CARVALHO, R., Integrative review: what is it? How to do it?. Einstein (São Paulo) [online]. 2010, v. 8, n. 1, pp. 102-106. Disponível em: . ISSN 2317-6385. Acessado 01 de fevereiro de 2024

TEODÓZIO, A. M et al . Particularidades do Luto Materno Decorrente de Perda Gestacional: Estudo QualitativoParticularidades del Duelo Materno Resultante de Pérdida Gestacional: Estudio Cualitativo. Rev. Subj., Fortaleza , v. 20, n. 2, p. 1-14, ago. 2020 . Disponível em http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2359 07692020000200014&lng=pt&nrm=iso. Acesso em 17 de março 2024.

Downloads

Publicado

2024-04-19

Como Citar

MARINHO, J. C. .; SANTOS, A. A. P. dos; ANDRADE, C. A. A. de .; SANTOS, W. B. dos . Cuidados frente ao luto materno após perda perinatal: uma revisão integrativa. Revista JRG de Estudos Acadêmicos , Brasil, São Paulo, v. 7, n. 14, p. e141003, 2024. DOI: 10.55892/jrg.v7i14.1003. Disponível em: http://www.revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1003. Acesso em: 22 jun. 2024.

ARK