Câncer do Colo do Útero: a importância da detecção precoce na saúde da mulher

Autores

DOI:

https://doi.org/10.55892/jrg.v7i14.1018

Palavras-chave:

Câncer do Colo do Útero, Papanicolau, Saúde da Mulher, Rasreamento

Resumo

Introdução: O Câncer do Colo do Útero (CCU) representa um grande desafio para saúde pública brasileira, consolida-se como o terceiro fator de morte de mulheres por neoplasias malignas no Brasil. O Papanicolau (exame preventivo), favorece a detecção precoce do câncer do colo do útero; quando associado ao tratamento da lesão endoepitelial, pode ocasionar grande redução na incidência desse tipo de neoplasia. Objetivo: Avaliar o impacto da realização do exame Papanicolau na identificação precoce da doença e na redução da taxa de lesões de alto grau causadas pelo câncer do colo do útero. Metodologia: O presente artigo trata-se de um estudo de caráter quantitativo e descritivo acerca dos casos de câncer do colo do útero e da importância da detecção precoce na saúde das mulheres no estado da Bahia. Resultados: No Brasil, mais precisamente na região Nordeste, identifica-se cerca de 20 novos casos a cada 100 mil mulheres. Verifica-se que o número de lesões de alto grau identificados em mulheres que realizaram citologia anterior (rastreamento) obtém um percentual menor quando comparado ao número de lesões que foram identificadas em mulheres que não realizavam o exame preventivo anteriomente. Considerações: A partir da realização desse estudo, foi possível compreender a importância da realização periódica do exame Papanicolau e da redução das taxas de lesões de alto grau nas mulheres que realizaram, periódica e anteriormente, a citologia de colo do útero. O que demonstra, efetiva e categorigamente, a capacidade de rastreamento, diagnóstico e melhores prognósticos frente ao combate ao câncer do colo do útero.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lariza de Jesus Miranda, Faculdade Sulamérica, BA, Brasil

[Lattes]
Graduanda em Bacharel em Enfermagem pela Faculdade Sulamérica.

Brendha Lara Pires de Jesus, Faculdade Sulamérica, BA, Brasil

[Lattes]
Graduanda em Bacharel em Enfermagem pela Faculdade Sulamérica.

Dayse Guilhereme Alves, Faculdade Sulamérica, BA, Brasil

[Lattes]
Graduanda em Bacharel em Enfermagem pela Faculdade Sulamérica.

Emily Vitória Jatobá da Silva, Faculdade Sulamérica, BA, Brasil

[Lattes]
Graduanda em Bacharel em Enfermagem pela Faculdade Sulamérica.

Jose Ediezio Fernandes de Silva Júnior, Faculdade Sulamérica, BA, Brasil

[Lattes]
Graduando em  Enfermagem pela Faculdade Sulamérica.

Tanara Vieira, Faculdade Sulamérica, BA, Brasil

[Lattes]
Graduanda em Enfermagem pela Faculdade Sulamérica.

Silva Dias , Faculdade Sulamérica, BA, Brasil

[Lattes]
Graduada em Bacharel em Enfermagem pela Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Cascavel, Pós Graduações em Saúde Pública, Especialização em Administração Estrategia e Markentig e Especializaçao em planejamento de sistema de saúde .

Referências

BRASIL Biblioteca virtual em saúde do ministério da saúde (BVSMS). Boletim Temático da Biblioteca do Ministério da Saúde. Prevenção ao Câncer do Colo do Útero. Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde: bvsms.saude.gov.br.Tiragem: v. 3 – n. 1 – abril/2023 – versão eletrônica.

BRASIL. Estimativa/2020-Incidência de Câncer no Brasil. Rio de Janeiro, 2019; 122p.

CARVALHO, K. F., et al. A Relação Entre HPV e Câncer de Colo de Útero: um Panorama a Partir da Produção Bibliográfica da área. Revista Saúde em Foco, 2019; 11: 264-278.

CONNOLLY, Dean; HUGHES, Xan; BERNER, Alison. Barriers and facilitators to cervical cancer screening among transgender men and non-binary people with a cervix: A systematic narrative review. Preventive Medicine, Volume 135, 2020.

DE SÁ, K. C. C.; SILVA, L. R. O exame papanicolaou na prevenção do câncer no colo uterino: uma revisão integrativa. Revista Eletrônica da Faculdade Evangélica de Ceres, v. 8, n. 1, p. 8-8, 2019.

INCA – INSTITUTO NACIONAL DO CANCER, Ministério da Saúde. Câncer do colo do útero, 2019. Disponível em: <https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-do-colo-do-utero>.

INCA. Instituto Nacional De Câncer José Alencar Gomes Da Silva. Estimativa 2020: incidência de câncer no Brasil / Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. – Rio de Janeiro. 2019.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. PAPANICOLAU. Câncer do colo do útero: exame para detecção é oferecido no SUS. Saúde e Vigilância Sanitária. 2022.

MORAIS, I. S. M., et al. A importância do exame preventivo na detecção precoce do câncer de colo uterino: uma revisão de literatura. Revista Eletrônica Acervo Enfermagem, v. 10, p. e6472-e6472, 2021.

SILVA, M. A. S.; et al. Fatores relacionados a não adesão à realização do exame de Papanicolau. Revista Rene, v. 16, n. 4, p. 532-539, 2018.

SILVEIRA, B. L. et al. Câncer do Colo do Útero: Papel do Enfermeiro na Estratégia e Saúde da Família. Revista Científica da Faculdade de Educação e Meio Ambiente, 2018;9 (1): 348-372.

Downloads

Publicado

2024-04-24

Como Citar

MIRANDA, L. de J.; JESUS, B. L. P. de; ALVES, D. G.; SILVA, E. V. J. da; SILVA JÚNIOR, J. E. F. de; VIEIRA, T. .; DIAS , S. Câncer do Colo do Útero: a importância da detecção precoce na saúde da mulher. Revista JRG de Estudos Acadêmicos , Brasil, São Paulo, v. 7, n. 14, p. e141018, 2024. DOI: 10.55892/jrg.v7i14.1018. Disponível em: http://www.revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/1018. Acesso em: 22 jun. 2024.

ARK