Os cuidados da Enfermagem voltados aos idosos com acidente vascular cerebral na Atenção Primária à Saúde

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.8067207

Palavras-chave:

Cuidados de enfermagem. Idoso. Acidente Vascular Cerebral. Atenção Primária à Saúde.

Resumo

O enfermeiro é um dos membros da equipe multiprofissional que compõe a Estratégia Saúde da Família, desenvolvendo um importante trabalho de promoção de saúde e prevenção de agravos, principalmente voltado aos idosos com sequelas de acidente vascular cerebral. Objetivo: Realizar um levantamento bibliográfico sobre o serviço oferecido pela enfermagem na Atenção Primária à Saúde ao idoso acometido por acidente vascular cerebral. Métodos: Trata-se de uma revisão sistemática da literatura, que reuniu artigos científicos publicados entre 2012 e 2022 e indexados nas bases de dados Scielo, Lillacs, Pubmed e Google Acadêmico, contendo informações sobre o serviço oferecido aos idosos com sequela pós AVE nas Unidades de Saúde da Família dos municípios brasileiros. Conclusão: Os cuidados dos profissionais da enfermagem são essenciais aos cuidados voltados ao paciente idoso com AVE, devendo esses profissionais passarem por formação continuada e adotarem uma abordagem integral, voltada para o paciente e sua família para que haja efetividade do serviço prestado a esse público.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cleilton Gomes da Silva, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

Lattes 

Graduando em Enfermagem pela FACESA - Faculdade de Ciência e Educação Sena Aires, Valparaíso de Goiás.

Eula Paula de Oliveira Farias, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

Lattes 

Graduanda em Enfermagem pela FACESA - Faculdade de Ciência e Educação Sena Aires, Valparaíso de Goiás.

Lorrane Medalha Martins Amaral, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

Lattes

Graduanda em Enfermagem pela FACESA - Faculdade de Ciência e Educação Sena Aires, Valparaíso de Goiás.

Amanda Cabral dos Santos, Faculdade de Ciências e Educação Sena Aires, GO, Brasil

Lattes

Graduada em Educação Física e Fisioterapia; Mestra em Psicologia pela UCB – Universidade Católica de Brasília, Brasília, DF.  

Referências

AGUIAR, L. L.; GUEDES, M.V.C; OLIVEIRA, R.M.; LEITÃO, I.M.T. A.; PENNAFORT, V. P.S.; BARROS, A. A. Enfermagem e metas internacionais de segurança: avaliação em hemodiálise. Cogitare Enferm., v. 22, n.3, e45609, 2017. DOI: https://doi.org/10.5380/ce.v22i3.45609.

BRASIL. Política Nacional de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2006.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Primária à Saúde. Departamento de Saúde da Família. Carteira de serviços da Atenção Primária à Saúde (CaSAPS): versão profissionais de saúde e gestores [recurso eletrônico] / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção Primária à Saúde, Departamento de Saúde da Família. –Brasília: Ministério da Saúde, 2020. Disponível em: http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/documentos/casaps_versao_profissionais_saude_gestores_completa.pdf. Acesso em: 12 de junho de 2023.

CAMPOS, R.M.C.; RIBEIRO, C.A., SILVA, C.V.; SAPAROLLI, E.C.L. Consulta de enfermagem em puericultura: a vivência do enfermeiro na Estratégia de Saúde da Família. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 45, n. 3, p. 34-62, 2011.

CHEEVER, K.H.; HINKLE, J.L. Tratado de Enfermagem Médico-Cirúrgica. Vol. 1 e 2,13 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2016.

CRISTIANO, M.; PEREIRA, M. Cuidados de enfermagem à pessoa com acidente vascular cerebral isquémico submetida a trombólise. Revista IberoAmericana de Saúde e Envelhecimento, v. 7, n.3, p. 461-480, 2022.

DIAZ AMADOR, Y.; DEL VALLE HERRERA PINEDA, I. Eficácia da assistência de enfermagem na reabilitação de pacientes com doença cerebrovascular. Jornal cubano de enfermagem, v. 37, n. 1, 2021.

GIL, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. 7. ed. São Paulo: Atlas. 2019.

HINKLE, J.L.; MILLER, E.T. Nursing Scientific Statements Advancing Stroke Care. Stroke, v. 52, n.4, 1483-1485, 2021.

MANIVA, S.J.C.F; CARVALHO, Z.M.F.; GOMES, R.K.G.; CARVALHO, R.E.F.L.; XIMENES, L.B.; FREITAS, C.H.A. Tecnologias educativas para educação em saúde no acidente vascular cerebral: revisão integrativa. Rev. Bras. Enferm. Brasília, v. 71, supl. 4, p. 1724-1731, 2018.

MARTÍN-SANZ, M.B. et al. Cuidado centrado na pessoa em indivíduos com acidente vascular cerebral: um estudo qualitativo por meio de entrevistas em profundidade. Annals of medicine, v.54, n. 1, p. 2167-2180, 2022.

PEREIRA, A.A. Intervenção de enfermagem para vítimas de acidente vascular encefálico isquêmico: uma revisão integrativa. Research, Society and Development, v. 12, n. 3, e2212340303, 2023. DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v12i3.40303

SANTANA, M.A.V. Intervenção educativa no conhecimento dos familiares de pessoas com acidente vascular cerebral. Monografia (curso de especialização em linhas de cuidados de enfermagem). Florianópolis. UFSC, 2014, 28p.

SANTOS, N.O.D.; PREDEBON, M.L.; BIERHALS, C.C.B.K.; DAY, C.B.; PASKULIN, L.M.G. Construção e validação de protocolo assistencial de enfermagem com intervenções educativas para cuidadores familiares de idosos após Acidente Vascular Cerebral. Revista Brasileira de Enfermagem, 73 Supl 3, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0894.

SCHMITZ, A.M.S. Protocolo de atendimento de enfermagem no AVC isquêmico agudo: após o uso de trombólise. Monografia (curso de especialização em urgência e emergência modalidade a distância). Florianópolis. UFSC, 2014, 19p.

SOUSA, M.F. Práticas de Enfermagem no Contexto da Atenção Primária à Saúde (APS): Estudo Nacional de Métodos Mistos (Relatorio final) / Maria Fátima de Sousa (coord.). Núcleo de Estudos em Saúde Pública, Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares (CEAM), Universidade de Brasília (UnB), Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) – Brasília : Editora ECoS, 2022.

SOUZA, P B D, et al. Percepção de pacientes pós-AVE sobre o manejo de casos realizado por enfermeiros. Revista da Escola de Enfermagem da USP. 2021

SOUZA, P. B; MANTOVANI, M.F.; PERES, A.M.; MARCON, S.S.; MADUREIRA, A.B.; GEVERT, G.V. Gerenciamento de caso para pessoas com acidente vascular cerebral: estudo quase experimental. Cogitare Enfermagem, 27, 2022.

SPRINGER, M. V.; LESLI, E. SKOLARUS, C.F.; BURKE, J.F. Functional Impairment and Post-Acute Care Discharge May Be Useful for Prognosis of Stroke Survival. Journal of the American Heart Association. Jornal da American Heart Association, v.11, n.6, 2022. DOI: https://doi.org/10.1161/JAHA.121.024327.

ZURITA, M.A.S., GUAMÁN, M.M.C., CABA, G´.G.Q.; BALAREZO, G M S. Nursing performance in the management of patients with stroke ischemic. Sapienza: Jornal Internacional de Estudos Interdisciplinares, v. 3, n.3, p.16-29, 2022.

Downloads

Publicado

2023-06-21

Como Citar

SILVA, C. G. da; FARIAS, E. P. de O.; AMARAL, L. M. M.; SANTOS, A. C. dos. Os cuidados da Enfermagem voltados aos idosos com acidente vascular cerebral na Atenção Primária à Saúde. Revista JRG de Estudos Acadêmicos , Brasil, São Paulo, v. 6, n. 13, p. 986–997, 2023. DOI: 10.5281/zenodo.8067207. Disponível em: http://www.revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/654. Acesso em: 20 jul. 2024.

ARK