Uso de aplicativo móvel para assistência à saúde mental em ambiente acadêmico: uma revisão integrativa

Autores

DOI:

https://doi.org/10.55892/jrg.v7i14.894

Palavras-chave:

Saúde mental, Tecnologia móvel, Estudantes

Resumo

Objetivo: Descrever a importância da utilização de aplicativos móveis como ferramenta de auxílio na assistência à saúde mental no ambiente acadêmico. Método: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura. Foram realizadas buscas nas bases eletrônicas de dados: PubMed, Scopus e Web of Science. Após a elegelibilidade dos artigos científicos, foi realizada a identificação das bases de dados: remoção de duplicatas; leitura dos títulos; leitura dos resumos e excluídos aqueles que não atenderam aos critérios de inclusão após a leitura na íntegra. Em seguida, os artigos selecionados foi realizada a leitura na íntegra e extraído os principais pontos de análise do artigo, entre eles o planilhamento do título, objetivo, principais resultados e conclusão. Resultados: O desenvolvimento de aplicativos móveis de saúde tem aumentado exponencialmente, e foi relatado que o uso de aplicativos melhora a eficiência da prestação de cuidados de saúde e a eficácia do tratamento. Vale destacar que esses aplicativos têm potencial para ampliar o acesso às informações de saúde, facilitar o atendimento remoto e capacitar os usuários. O setor de mHealth é uma das categorias de aplicativos que mais cresceram nos últimos anos. No entanto, tem havido falta de foco e dedicação quando se trata de avaliar a credibilidade e a precisão científica destas aplicações. Isto é particularmente evidente no domínio dos aplicativos de saúde mental. Considerações finais: Desta forma, embora existam inúmeros aplicativos móveis para iOS e Android no Brasil que abordam transtornos mentais, há escassez de opções cientificamente validadas na língua portuguesa projetadas especificamente para o bem-estar mental de estudantes universitários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kaline Delgado de Almeida Gama, Instituto Federal de Alagoas – IFAL, AL, Brasil

[Lattes]

Possui graduação em Enfermagem pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió (2007). Pós graduada em Enfermagem do Trabalho pela Universidade de Ciências Biológicas da Saúde de Alagoas (2008). Pós graduação em Docência do Ensino Superior, pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió (2015). Atualmente Professora do curso técnico subsequente em enfermagem no Instituto Federal de Alagoas, Campus Benedito Bentes. Experiência na Cooperativa de Enfermagem de Alagoas, na supervisão. Instrutora do Curso Técnico de Saúde. Na Saúde Mental em CAPS e Hospital Escola Portugal Ramalho. Saúde Pública no programa de saúde da família. 

Willams Alves da Silva, Universidade Federal do Ceará

[Lattes]

Doutorando no Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento e Inovação Tecnológica em Medicamentos (PPgDITM- UFC). Mestre em Morfotecnologia pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE. Especialista em Farmácia Clínica e Prescrição Farmacêutica pelo Centro Universitário Augusto Motta. Especialista em Farmácia Hospitalar pela Faculdade Ensine. Graduação em Farmácia pelo Centro Universitário CESMAC. Tem experiência na área de Farmácia, atuando nas seguintes áreas: Farmacologia, Toxicologia, Fitoterapia e Saúde Pública.

Silvino Costa Ferro, Centro Universitário Cesmac

[Lattes]

Possui graduação em Psicologia e habilitação em Licenciatura pela Fundação Educacional Jayme de Altavila (1990) FEJAL/CESMAC. Especialista em Educação Sexual pela SBRASH - SP; Recursos Humanos - CESMAC. Atualmente é Coordenador da Clínica Escola de Psicologia - CESMAC; Administrador do Projeto Crescer, Obra Social do Centro Universitário - CESMAC. Coordenador do Curso de Pós Graduação em Psicologia Clínica e Saúde Mental - CESMAC. Atua nas áreas Clínica e Escolar. Docente das Disciplinas: Intervenções em Situação de Crise; Teorias e Sistemas Psicológicos; Discussões Clínicas.

Euclides Maurício Trindade-Filho, Centro Universitário Cesmac

[Lattes]

Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal de Alagoas (1981), especialista em Saúde Pública pela FIOCRUZ 1986, mestrado em Ciências Biológicas (Fisiologia) pela Universidade Federal de Pernambuco (1995) e doutorado em Neurociências pela Universidade Federal de São Paulo (2000), especialista em Neurofisiologia clínica pela AMB, 2001. Atualmente é professor titular do Centro Universitário Cesmac, docente do Mestrado Pesquisa e Saude do CESMAC e professor adjunto da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas. Tem experiência na área de Fisiologia, com ênfase em Neurofisiologia, atuando principalmente nos seguintes temas: cognição, eletroencefalografia, epilepsia e, depressão cortical alastrante

José Claudio da Silva, Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas

[Lattes]

Professor adjunto de fisiologia humana, nível b, na Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Aagoas - UNCISAL. orientador da nucleadora UNCISAL no mestrado profissional do programa de pós-graduação em saúde da família da rede nordeste de formação em saúde da família (ppgsf/renasf/fiocruz). professor titular horista no centro universitário - Cesmac. pós-doutor (júnior) em neurologia e neurociência pela universidade federal de São Paulo - escola paulista de medicina (unifesp/epm). Doutorado acadêmico em ciências na área de concentração de neurologia e neurociência pela universidade federal de São Paulo - escola paulista de medicina (Unifesp/EPM). tem mestrado em ciências na área de concentração de neurologia e neurociência (mestrado acadêmico) pela universidade federal de São Paulo - escola paulista (unifesp/epm). graduado em fisioterapia pela faculdade de alagoas. parte do seu projeto de pesquisa de doutoramento foi desenvolvido na Europa (período de 1 ano - 8760 horas), no "center for neuroscience", sob a modalidade - "doutorado sandwich no exterior" (protocolo cnpq - 237271/2012-5), localizado no center for visiting researchers da faculdade de medicina da universidade de Coimbra, Portugal. no momento desenvolve pesquisas com foco nos mecanismos subjacentes à epileptogênese, memória e aprendizado, neurodesenvolvimento, neurodegeneração e deep brain stimulation utilizando métodos experimentais e clínicos.

Clarice Thamires de Lima Ferreira, Centro Universitário Cesmac

[Lattes]

Acadêmica de Farmácia no Centro Universitário Cesmac. Técnica em Análises Clínicas pela Escola de Saúde Santa Bárbara. Tem experiência em bancada de laboratório de análises clínicas. Atualmente exerce a função de técnica de laboratório na Fonoclin. É Presidente da Liga Acadêmica de Toxicologia Clínica e Forense, Vice-presidente da Liga Acadêmica de Farmacologia e Química farmacêutica e Diretora Financeira na Liga Acadêmica de Plantas Medicinais. Atualmente participa dos projetos de pesquisa e extensão em saúde, "Desenvolvimento e caracterização de Filme Orodispersível de Própolis Vermelha de Alagoas" e "Avaliação do preparo e aplicação do ácido 2-Cloroetilfosfônico para promover a aceleração do amadurecimento de bananas" no Centro Universitário CESMAC. 

Marianny de Souza, Centro Universitário Cesmac

[Lattes]

Acadêmica de Farmácia. Formou-se em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL); É colaboradora no Laboratório de Práticas Pedagógicas em Ciências Biológicas e da Saúde - LPPCBIOS/UFAL; Membro fundadora do Grupo de Estudos sobre Educação em Saúde e Formação de Educadores - GESFE/UFAL. Realizou atividades de pesquisa e extensão no projeto Saúde em Foco na Escola (2017/2018). Participou do Núcleo de Estudos Etnobiológicos e Ecológicos e do Núcleo de Ilustração Científica de Alagoas. Foi monitora das disciplinas Botânica, Biologia dos Microrganismos e Biologia Celular e Molecular. Atualmente participa de projetos de pesquisa e extensão no Centro Universitário CESMAC. Presidente da Liga Acadêmica de Genética Molecular. Presidente da Liga Acadêmica de Farmacoquímica. Monitora de Análises Clínicas e Diagnóstico Laboratorial.

Renata Guerda de Araújo Santos, Centro Universitário Cesmac

[Lattes]

Psicóloga (Universidade Federal de Alagoas/UFAL). Possui Residência em Saúde da Família pela Universidade Federal do Vale do São Francisco. Mestra em Psicologia pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFAL. Doutora em Psicologia Social, pelo Programa de Psicologia Social da Universidade Autônoma de Barcelona (Pessoa, Sociedade e Mundo Contemporâneo). Desenvolve trabalhos na área de Educação Permanente - Formação para o Sistema Único de Saúde e atua principalmente nas temáticas: Estratégia Saúde da Família, Núcleo de Apoio à Saúde da Família, Saúde Mental e Formação em Psicologia. Atualmente é professora no curso de graduação em Psicologia e professora colaboradora no Mestrado Profissionalizante de Pesquisa em Saúde no Centro Universitário CESMAC. Integrante do Grupo de Pesquisa: Psicologia Discursiva, na Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e do Observatório de Políticas e Cuidado em Saúde (UNIVASF).Vice-presidente da Regional Nordeste da Associação Brasileira de Psicologia Social (Gestão 2011-2012).

Kristiana Cerqueira Mousinho, Centro Universitário Cesmac

[Lattes]

Doutora em Farmacologia pela Universidade Federal do Ceará (UFC-2010), Mestre em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE-2006) e graduação em Farmácia pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió (CESMAC-2000). Atualmente é professora Adjunta da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL) e titular III do Centro Universitário CESMAC. Docente dos Mestrados Pesquisa em Saúde CESMAC desde 2012 e da Rede Nordeste de Formação em Saúde da Família (RENASF-FIOCRUZ). Desenvolve pesquisa nas linhas de pesquisa comunitária, clínico laboratorial com ênfase em câncer e desenvolvimento tecnológico. Na graduação é docente dos cursos de Fonoaudiologia (Farmacologia), Fisioterapia da UNCISAL; Farmácia (Farmacologia clínica, Toxicologia e Práticas farmacêuticas), Biomedicina (Acupuntura) no CESMAC. Tem experiência na área de Farmácia Hospitalar, Farmácia Comunitária e Práticas Integrativas e Complementares em Saúde. 

Referências

ALMEIDA, J.M.C. Política de saúde mental no Brasil: o que está em jogo nas mudanças em curso. Cadernos de Saúde Pública, v. 35, p. e00129519, 2019.

BROGLIA, E. et al. Counseling with guided use of a mobile well-being app for students experiencing anxiety or depression: clinical outcomes of a feasibility trial embedded in a student counseling service. JMIR mHealth and uHealth, v. 7, n. 8, p. e14318, 2019.

BRUHNS, A. et al. A mobile-based intervention to increase self-esteem in students with depressive symptoms: Randomized controlled trial. JMIR mHealth and uHealth, v. 9, n. 7, p. e26498, 2021.

FENWICK-SMITH, A; DAHLBERG, E.E; THOMPSON, S.C. Systematic review of resilience-enhancing, universal, primary school-based mental health promotion programs. BMC psychology, v. 6, p. 1-17, 2018.

FLYNN, E.A; THÉRIAULT, É.R.; WILLIAMS, SR. The use of smartphones to cope with stress in university students: Helpful or harmful?. Journal of Technology in Behavioral Science, v. 5, p. 171-177, 2020.

HARRER, M. et al. Effectiveness of an internet-and app-based intervention for college students with elevated stress: randomized controlled trial. Journal of medical Internet research, v. 20, n. 4, p. e136, 2018.

HUBERTY, J. et al. Efficacy of the mindfulness meditation mobile app “calm” to reduce stress among college students: Randomized controlled trial. JMIR mHealth and uHealth, v. 7, n. 6, p. e14273, 2019.

KENNY, R; DOOLEY, B; FITZGERALD, A. Developing mental health mobile apps: Exploring adolescents’ perspectives. Health informatics journal, v. 22, n. 2, p. 265-275, 2016.

MCCLOUD, T. et al. Effectiveness of a mobile app intervention for anxiety and depression symptoms in university students: randomized controlled trial. JMIR mHealth and uHealth, v. 8, n. 7, p. e15418, 2020.

MENDES, K.S; SILVEIRA, R.C.C.P; GALVÃO, C.M. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & contexto-enfermagem, v. 17, p. 758-764, 2008.

MITCHELL, K.M; HOLTZ, B.E; MCCARROLL, A.M. Assessing college students' perceptions of and intentions to use a mobile app for mental health. Telemedicine and e-Health, v. 28, n. 4, p. 566-574, 2022.

NA, H. et al. Development and Evaluation: A behavioral activation mobile application for self-management of stress for college students. In: Healthcare. MDPI, 2022. p. 1880.

NÓBREGA, M.P.S.S. et al. Explorando o uso de aplicativos móveis para autogestão do tratamento em saúde mental: scoping review. Revista de Enfermagem da UFSM, v. 11, 2021.

OFOEGBU, T.O. et al. Efficacy of guided internet-assisted intervention on depression reduction among educational technology students of Nigerian universities. Medicine, v. 99, n. 6, 2020.

OLIVEIRA, C. et al. A social anxiety mobile intervention for college students attending therapy: A usability and acceptability study. International Journal of Human–Computer Interaction, v. 38, n. 14, p. 1333-1344, 2022.

OUELLET-MORIN, I; ROBITAILLE, M.P; JUSTER, R.P. Applications mobiles pour soutenir la santé mentale des jeunes: opportunités et défis. Santé mentale au Québec, v. 46, n. 1, p. 17-34, 2021.

PONZO, S. et al. Efficacy of the digital therapeutic mobile app BioBase to reduce stress and improve mental well-being among university students: randomized controlled trial. JMIR mHealth and uHealth, v. 8, n. 4, p. e17767, 2020.

PUNUKOLLU, M; MARQUES, M. Use of mobile apps and technologies in child and adolescent mental health: a systematic review. Evidence-based mental health, v. 22, n. 4, p. 161, 2019.

QUIRK, H.D; NAGAR, R; ANDERSON, P.L. A qualitative exploration of college students’ experiences using mobile apps to improve self-care during the COVID-19 pandemic. Journal of American College Health, p. 1-9, 2023.

SOUSA, M.G.M. et al. Family context and mental suffering in adolescents: an integrative review. Portuguese review of mental health nursing, n. 27, p. 140-157, 2022.

TOROUS, J. et al. Mental health mobile phone app usage, concerns, and benefits among psychiatric outpatients: comparative survey study. JMIR mental health, v. 5, n. 4, p. e11715, 2018.

Downloads

Publicado

2024-01-08

Como Citar

GAMA, K. D. de A.; SILVA, W. A. da; FERRO, S. C.; TRINDADE-FILHO, E. M. .; SILVA, J. C. da; FERREIRA, C. T. de L.; SOUZA, M. de; SANTOS, R. G. de A.; MOUSINHO, K. C. Uso de aplicativo móvel para assistência à saúde mental em ambiente acadêmico: uma revisão integrativa. Revista JRG de Estudos Acadêmicos , Brasil, São Paulo, v. 7, n. 14, p. e14894, 2024. DOI: 10.55892/jrg.v7i14.894. Disponível em: http://www.revistajrg.com/index.php/jrg/article/view/894. Acesso em: 22 jun. 2024.

ARK